Com aval de delegado, Edu Gaspar negocia com traficante “Padrinho” e contrata jogador do Sampaio Corrêa para o Corinthians

outubro 30, 2014

jonas

Em manobra, tudo indica, para preencher os bolsos de seus dirigentes, o Corinthians fez-se valer de “laranjas” para contratar o jogador Jonas, volante do Sampaio Corrêa, do Maranhão.

No último dia 25 de setembro, o presidente do clube maranhense assinou o repasse de 75% dos direitos econômicos do atleta para duas “empresas” (37,5% para cada) criadas com a finalidade de intermediar o negócio, deixando seu clube com apenas 25% (no contrato, apesar do erro de grafia dos números, há a indicação, por extenso, dos valores revelados).

De maneira inusual, porém, não colocou, em contrato, as Razões Sociais completas das beneficiárias, apenas as siglas “GAPA” e PH4″.

Basta rápida pesquisa pela internet para notar a inexpressividade ou inexistência comercial de ambas.

Porém, quem assina pelos tratados “investidores” é um agente FIFA, de nome Marcos Santos, , vulgo Mineiro, “dono” da PLUS SPORTS, que tem em seu contrato social Angelo Marcos Canuto da Silva, o traficante “PADRINHO”, preso, recentemente, pela Polícia Federal, como um dos cabeças do crime no Brasil, tendo enviado, no mínimo, 4 toneladas de cocaína ao Exterior.

plus jucesp 1

plus jucesp 2

A mesma dupla, recentemente, negociou o jogador Luciano ao Corinthians.

As tratativas, pelo Corinthians, foram autorizadas pelo delegado Mario Gobbi, com quem “Padrinho”, ou “Fusca” (apelido utilizado pela PF para identificá-lo na quadrilha), mantém estreita relação desde os tempos de DETRAN, período em que o traficante trabalhava na polícia de São Paulo, mas foram tocadas pelo braço direito Edu Gaspar, envolvido, direta ou indiretamente, em quase todos os negócios nebulosos do Parque São Jorge.

O criminoso, segundo informações, deu as coordenadas da transação de dentro do presídio, tendo, inclusive, falado com o gerente de futebol alvinegro ao telefone.

Após vazamento da informação da transação do atleta, que deve se apresentar ao Corinthians somete em 2015 (procedimento semelhante ao negócio com o irmão do jogador Romero), quase todas as partes negaram,, mas a documentação, com o repasse dos direitos e assinatura de Marcos Mineiro, sócio de “Padrinho”, como procurador dos “investidores”, pode ser conferida logo abaixo:

jonas - padrinho 1

jonas - padrinho 2

TRAFICANTE “PADRINHO” E LUCIANO

canuto 20 - luciano corinthians 13-02-14

Candidato a presidente do Santos, Fernando Silva tem currículo incompatível com a “fama”

outubro 30, 2014

fernando silva

O candidato a presidente do Santos, Fernando Silva, que diz estar sendo procurado por diversos grupos do Peixe em apoio a sua candidatura – apesar de algumas partes negarem – fez chegar à imprensa a “fama” de responsável pelas equipes do clube que venceram títulos recentes na era Neymar.

Apesar de que, internamente, existam controvérsias sobre sua real atuação.

Fato é que observando seu currículo anterior fica difícil acreditar em surgimento instantâneo de “competência”.

Silva foi responsável, no passado, por conduzir a terrível parceria do Santos com a Octagon Kock Tavares, entre as gestões Samir e Marcelo Teixeira.

Antes disso, seu trabalho de “consultoria”, agora aclamado no Peixe, colocou o Santa Cruz para disputar a 4ª divisão do futebol brasileiro.

Recentemente, sua experiência administrativa foi emprestada a outra equipe de quarta divisão, em São Paulo, o clube Monte Azul, conhecido “celeiro” de empresários de jogadores.

Há, portanto, os eleitores e torcedores do Santos que pisar em ovos na avaliação do midiático “dedo de ouro” do departamento de futebol do Peixe, analisando se a fama, de fato, faz jus ao afamado ou se trata de mais uma ação de marketing bem sucedida.

Empresários cobram Palmeiras na Justiça por calote em intermediação de três jogadores da base

outubro 30, 2014

damiani e brunoro

Na última terça-feira (28), as empresas PRIME assessoria e OC Marketing ingressaram com ação na 38ª Vara Civil de São Paulo cobrando comissionamento pela intermediação de três atletas garotos da Internacional de Limeira para o Palmeiras.

Mais precisamente, R$ 368.975,56.

Os jogadores são: Igor (16), Marcelo (16) e Matheus Silvestre (18).

As tratativas foram realizadas, diretamente, inclusive as divisões de comissões, com o Diretor palmeirense Erasmo Damiani, homem de confiança de José Carlos Brunoro.

“Tratamos diretamente com o diretor da base do Palmeiras, Damiani, QUE NOS PROCUROU após ter ótimas referências destes meninos”, disse OSMAR CETIM, dono da OC Marketing.

As tais “referências” foram fornecidas pelo ex-jogador Neto, amigo do proprietário da outra reclamante, Luis Carlini, da Prime, que, antes, chamava-se THRONO’S, e tinha sede, não por acaso, na cidade de Santo Antônio de Posse-SP, local de nascimento do agora comentarista da BAND.

Candidato a presidente do Corinthians utiliza matéria do blog para denunciar conselheiro do clube

outubro 30, 2014

ilmar

Recentemente, o ex-diretor social do Corinthians, Ilmar Schiavenato, deixou a gestão de Mario Gobbi para dar luz a um grupo que pretende tornar-se terceira via no Parque São Jorge.

Para tal, lançou-se, previamente, como candidato a presidência alvinegra.

Nos últimos dias, sem alarde, colocou no ar o site “Vote Chapa Branca”, certamente para auxiliá-lo em possível campanha.

Interessante notar que o conteúdo, até o momento, é formado por matérias que denunciam não apenas problemas na gestão Mario Gobbi, mas também desvios de conduta do grupo “Renovação e Transparência”, liderado por Andres Sanches.

Entre os quais foi inserida matéria do “Blog do Paulinho”, dando conta de que há um “esquema” no Parque São Jorge para beneficiar, financeiramente, o candidato a vice-presidente do grupo situacionista, vulgo André Negão, por intermédio de contrato firmado com o jogador André Vinicius, filho do conselheiro.

Além do teor da denúncia, em si, não deixa de ser uma atitude de coragem postar uma matéria do veículo de comunicação, certamente, mais temido pelos mal-feitores que habitam a vida política alvinegra.

ilmar noticia blog

Jogadores do Palmeiras e o candidato Wlademir “Pescachaça”

outubro 30, 2014

pescarmona rebelo

“Eu queria saber quem está pegando metade do meu salário, porque falaram que eu estou ganhando um salário alto”

“(…)“Foi o nosso diretor.  (…) eu quero saber quem está com metade do meu salário, porque eu não estou ganhando tudo que falaram”

(DANILO – 13/01/2011 – UOL)

“Falei o que tinha de falar, é melhor não continuar falando, aqui é o Palmeiras, tem de respeitar o clube, que é mais importante que os dois. Falei tudo que tinha pra falar, fechei o assunto. Se ele quer falar ainda é problema dele, pra mim o Pescarmona nao é mais assunto…”

“Não aconteceu conversa, vi a entrevista dele. Se disse que nao queria falar comigo, problema dele, nao vou ficar triste, nao vou chorar, nao me interessa”

(VALDIVIA – 07/01/2011 – LANCE!)

“O Pescarmona deve estar pensando nisso também, e não em apequenar o clube ou que tem de brigar comigo. Mas já vou além do que foi passado para mim e torço para que o Paulo ganhe”

(VALDIVIA – 16/10/2014 – FOX)

“Ele [Pescarmona] não tinha que falar nada para nós e muito menos para a imprensa. Eu pensei em dizer algo naquele momento, mas com a minha experiência preferi ficar quieto, pois uma bolinha acaba se tornando uma bola de neve”

“O diretor não pode falar o que falou. Tem que ser resolvido internamente. Ele errou, principalmente, em ter falado para a imprensa. Toda ação gera uma reação.”

“Cada um tem que assumir o seu erro e precisamos falar menos, ou não vamos a lugar nenhum”.

(MARCOS ASSUNÇÃO – 07-12-2011 – UOL e R7)

“Eles prometeram pagar em dia, dar carro, título de sócio… Mas estão há dois meses sem pagar [direitos de imagem]. Não vou sair do Palmeiras por causa disso. Mas, como capitão, como vou fazer para motivar os jogadores com isso?”

Tem de ser profissional. Não pode falar se o jogador quer ficar ou não. Tem de tratar internamente. Eles não sabem o esforço que eu fiz para voltar”

Ele (Pescarmona) falou pra mim que se eu quiser sair do clube eu poderia. Que se eu tiver um bom empresário, e conseguisse sair, que poderia”

(KLEBER GLADIADOR – 2011 – UOL e LANCE!)

Cruzeiro merecia mais. Mengo precisava de mais

outubro 29, 2014

crusan

O Cruzeiro largou à frente, na semifinal da Copa do Brasil, ao vencer o Santos por um a zero, no Mineirão.

Um golaço de Willian.

Mas merecia bem mais.

Dominou amplamente a primeira etapa, exibindo o futebol coletivo que faz da equipe a melhor do Brasil há duas temporadas, enquanto o Peixe, sem criatividade e com Robinho em má jornada, limitava-se a assistir e se defender.

Os mineiros, mesmo diminuindo o ímpeto na segunda etapa, marcaram o segundo, mas a arbitragem, de maneira equivocada, anulou.

No Rio de Janeiro, o Flamengo conseguiu boa vantagem perante o Galo mineiro, ao impor dois a zero no primeiro embate entre as equipes.

Porém, levando-se em consideração o histórico de milagres conseguidos pelo Atlético em partidas de mata-mata, em Minas, precisando reverter desvantagens ainda maiores, há sim motivos para os cariocas colocarem as barbas de molho.

Até porque, equipe por equipe, convenhamos, a do Galo é bem melhor.

Justiça gaúcha dá exemplo com tornozeleira eletrônica para criminosos “organizados”

outubro 29, 2014

gaviões gta

Enquanto os dirigentes de clubes, promíscuos, e os mais diversos promotores, insistem em ser coniventes com as facções criminosas “organizadas”, que se dizem torcedores de futebol, a Justiça do Rio Grande do Sul está dando exemplo no combate aos marginais.

Os bandidos estão sendo obrigados a utilizar, 24 horas por dia, tornozeleiras eletrônicas que sinalizam qualquer proximidade dos estádios.

A margem é de 5 km.

Ou seja, enquanto noutras praças as penalizações de não frequencia nas praças esportivas são escandalosamente descumpridas, os gaúchos as tornaram absolutamente eficazes, evitando que o verdadeiro torcedor tenha que dividir espaço com esse tipo de gente.

Resta saber o que esperam outros juízes para adotar a prática no restante do Brasil, que, aplicada junto com o término da divisão de torcidas e comercialização de lugares marcados nos estádios tratará de inibir os “corajosos” de praticar delitos, abrindo as portas para que as famílias passem, novamente, a adotar o futebol como alternativa interessante, e segura, de lazer.

Reunião de oposicionistas declara apoio a candidatura de Roque Citadini e cria comissão para conversar com Paulo Garcia

outubro 29, 2014

TRIBUNAL DE CONTAS

Ontem à noite, em meio ao terremoto que, na última semana, implodiu a então coesa oposição do Corinthians, um grupo de importantes conselheiros do clube se reuniu, no intuito de resolver, de uma vez por todas, as pendências.

Parte dos presentes apoia uma candidatura de terceira via, outros entendem ser necessário, ao menos, uma última tentativa de unir todos os oposicionistas.

Há unanimidade, porém, no nome que deve encabeçar a disputa a Presidência: Roque Citadini.

Criou-se, então, uma Comissão de Conselheiros, formada por dois ex-presidentes, Marlene Matheus e Waldemar Pires, além dos conceituados Wilson Bento Junior e Sérgio Scarpelli, com a função de conversar com o então candidato, Paulo Garcia, e expor os desejos e divergências que tem impedido, nas últimas semanas, a união de todos.

Entre os quais está a insatisfação com a composição atual da chapa oposicionista e a maneira como foram conduzidas as tratativas, até então.

A intenção é unir a oposição em torno da candidatura de Roque Citadini, convencendo Garcia a juntar-se ao grupo, abrindo mão, por consequencia, dos acordos firmados nos últimos dias.

Citadini fez questão de ressaltar, na mesma reunião, a necessidade do combate aos empresários de jogadores, não apenas no futebol profissional, mas, principalmente, nas categorias de base, em que, garante, somente atletas vinculados 100% ao Corinthians serão aproveitados.

Plano de Governo que deverá ser aceito, e seguido a risca, pelos que, eventualmente, vierem a apoiar sua candidatura.

Reforma sem sentido ocasionou prejuízo de R$ 1,5 milhão ao Palmeiras

outubro 29, 2014

Valdivia não merece colocar mais a camisa do Palmeiras

Quando ocupava o cargo de Diretor Administrativo do Palmeiras, Wlademir Pescarmona, vulgo “Pescachaça”, autorizou a reforma do restaurante do clube.

O custo ?

R$ 1,5 milhão.

Após a entrega, exatos nove meses depois, o prédio foi demolido, para que a Arena Palestra pudesse ser construída.

Detalhe: a reforma do estádio havia sido aprovada, e prevista, dois anos antes.

Há de se ter uma explicação razoável, que ainda não foi prestada, sobre quem lucrou, de fato, com o episódio.

Em reunião, Mario Gobbi detona ex-diretores: “Todos vocês concordaram com a demissão de Tite”

outubro 29, 2014

gobbi

Na última reunião do Conselho Deliberativo do Corinthians, o presidente, delegado Mario Gobbi, perdeu a paciência após diversas publicações dando conta de que o candidato ao cargo máximo alvinegro pela chapa “Renovação e Transparência”, Roberto “da Nova” Andrade, tem insinuado não ter sido responsável pela demissão do treinador Tite.

“Da Nova” diz, inclusive, que pretende recontratá-lo.

Gobbi disse:

“Todos participaram da reunião e concordaram com a demissão do Tite. Roberto Andrade, Edu, Duílio… eu tenho coragem, e assumo que demiti. Não me escondo”.

Mesmo citados, os dirigentes, constrangidos e pegos de calça curta, se calaram.

Gestões criminosas colocam a pior Portuguesa de todos os tempos na terceira divisão do Brasileirão

outubro 29, 2014

manoel da lupa

De maneira melancólica, após derrota por três a zero para o fraquíssimo Oeste de Itápolis, a Portuguesa, representada por um dos piores times da história do futebol mundial, certamente o pior do clube lusitano, conseguiu ser rebaixada para a terceira divisão do Brasileirão, com incríveis cinco rodadas de antecipação.

Desastre que vem se desenhando há tempos, frutos de sequencia de gestores lamentáveis, voltados a se servir do clube, e não servi-lo, como deveria ser.

Gente como Manuel da Lupa, que vendeu a Lusa para a segunda divisão a uma empresa de saúde, em troca de amortização de sua dívida milionária com o BANIF.

Ou Ilidilo Lico, que conversa com a CBF com as quatro patas paralelas ao chão, submisso, e facilitador, também, do mercado de empresários, que obrigou treinadores, todos demitidos, a escalar a equipe como se fossem bonecos de ventriloquo.

Se os dirigentes e conselheiros, alguns covardes, outros omissos, e uma boa parte, formado por vagabundos, merece o destino do clube, lamenta-se apenas pelo verdadeiro torcedor lusitano, não os bandidos da facção criminosa “Leões da Fabulosa”, que, mesmo sabedores da situação financeira caótica da Lusa, tratam de explorá-la com ingressos gratis e outras benesses, mas o apaixonado, muitos deles, descendentes de portugueses, que, em momentos de dificuldade, doam amor, dinheiro e emoção, sem nada esperar em troca.

Em tempos cada vez mais polarizados de distribuição de recursos, a Portuguesa, que já foi enorme, hoje, apesar de ainda tradicional, caminha, lamentavelmente, para um destino que já vitimou, no passado, grandes clubes do futebol brasileiro.

Romeu Tuma Jr., denunciará dirigentes do Corinthians ao MP-SP

outubro 28, 2014

tuma

“Tentei poupar o Corinthians de mais esse vexame, mas como as instituições no clube, todas, estão comprometidas, levarei o caso ao MP-SP”.

No último dia 05 de setembro, o conselheiro do Corinthians, Dr. Romeu Tuma Jr., protocolou ao CORI questionamentos e sugestões para que fossem esclarecidos os procedimentos irregulares que levaram quatro membros do clube a serem denunciados por crime fiscal, gerando grave prejuízo financeiro a entidade.

Os itens do documento eram:

a) Instauração de procedimento administrativo para apuração dos prejuízos e imputação de responsabilidades do corpo diretivo que, de modo voluntário, comprometeu as finanças do Sport Club Corinthians Paulista com a celebração do supramencionado acordo de parcelamento de dívida fiscal;

b) Que, uma vez concluída a sindicância, determine ao Departamento Jurídico o ajuizamento de ação específica para ressarcimento dos prejuízos suportados pelo Clube em decorrência dos juros elevados aos quais teve que se submeter em decorrência de decisão unilateral omitida dos órgãos de controle, tomada pela gestão do Sr. Andrés Sanches.

c) Que sejam verificadas outras dívidas e prejuízos advindos de atos de gestão temerária provenientes das atual e anterior administrações que possam ser identificados por esse Conselho, face a atual crise financeira que o Clube atravessa, conforme reconhecido inclusive pelo atual presidente em recente entrevista no programa “Mesa Redonda” da TV Gazeta, com fortes indícios de gestão temerária;

d) Que seja contratada uma empresa de auditoria externa para realização de trabalho isento e sem qualquer ingerência por parte do atual Diretor Financeiro, Sr. Raul Corrêa da Silva e sua empresa BDO/RCS, o qual deverá ser imediatamente afastado de suas funções, pois não se trata de pessoa isenta, mormente após seu indiciamento em procedimento criminal instaurado pela Polícia Federal, podendo ainda, se valendo do cargo que ora ocupa, comprometer o andamento dos trabalhos de auditoria.

Com a promessa de iniciar investigação, o CORI formou uma Comissão de quatro conselheiros, Alexandre Husni, Waldemar Pires, Antônio Carlos Cedenho e Felipe Ezabella, com a designação de apurar e responder as dúvidas de Tuma Jr.

Puro jogo de cena.

Somente hoje, quase dois meses depois, o reclamante recebeu suas “respostas”, apesar do documento estar datado de 07 de outubro, ou seja, claro indicativo de que nada foi apurado.

Todas as propostas foram rejeitadas.

O teor dos “esclarecimentos”, demonstra não apenas o desejo de nada responder, mas também o de ocultar, em vez de investigar, as ações criminosas.

Fala-se que as contas já foram aprovadas pelo CORI em gestões anteriores, e que, por esta razão, não precisariam mais ser verificadas, que é necessário esperar o final das investigações da Justiça Federal antes de agir internamente, entre outras desculpas e omissões.

Indignado, Tuma Jr. promete levar o caso ao Ministério Público de São Paulo:

“Tentei poupar o Corinthians de mais esse vexame, mas como as instituições no clube, todas, estão comprometidas, levarei o caso ao MP-SP”.

Ontem, em reunião do Conselho Deliberativo, o ex-presidente Andres Sanches, um dos indiciados por crime fiscal, disse que deixou de pagar impostos para quitar dívidas com os ex-treinadores Leão e Passarella, além do atacante Nilmar, esquecendo-se, porém, de citar que a herança tem origem no trabalho do iraniano Kia Joorabchian, a quem o Deputado Federal idolatra, e de quem, até hoje, não cobrou os mais de R$ 60 milhões em pendências com o clube, mesmo tendo declarado, anos atrás, que somente não o fazia por desconhecer seu paradeiro.

Confira abaixo a resposta do Corinthians a Romeu Tuma Jr.

tuma cori 1

tuma cori 2

Se Paulo Garcia vencer eleição do Corinthians, treinador será V(W)anderlei(y) Luxemburgo

outubro 28, 2014

luxa corinthians 1

V(W)anderlei(y) Luxemburgo será o treinador do Corinthians se Paulo Garcia vencer as eleições do clube, em fevereiro de 2015.

Profissional que pouco difere, nos hábitos e costumes, do atual, Mano Menezes.

O negócio, que não deve ser fechado por menos de R$ 500 mil mensais, vai na contramão do mercado, que começa a entender, enfim, o exagero das quantias pagas aos principais técnicos do Brasil.

Luxa é o nome preferido de Fran Papaiordanou, que deve ser o homem forte do futebol na gestão do dono da Kalunga.

A dupla vem se encontrando com frequencia nos últimos meses, em restaurantes e na residência do dirigente, ocasião em que o treinador se ofereceu explicitamente para o cargo.

Fran considera Luxemburgo o melhor treinador brasileiro.

Por razões diferentes, porém óbvias, Fernando Garcia, empresário de jogadores e irmão do candidato a presidência, esfrega as mãos, ávido pela confirmação do acerto.

Pescarmona fez Palmeiras pagar R$ 10 mil mensais à sua filha na gestão Belluzzo

outubro 28, 2014

pescarmona

Em 2009, na gestão Belluzzo, o então Diretor Social do Palmeiras, Wlademir Pescarmona, em meio às “reuniões” nos bares do Palestra Itália, encontrou uma maneira de beneficiar a própria filha dentro do clube.

Criativo, inventou um curso de Pylates.

A professora contratada, por R$ 10 mil mensais, foi Fabiola Guedes Pescarmona.

Revoltado, associado do clube ingressou com duas representações cobrando explicações sobre o favorecimento.

Ambas foram arquivadas, sem que sequer um dos envolvidos tenha sido convocado para prestar esclarecimentos.

Vexame ! Justiça decreta penhora das contas do Corinthians por dívida ativa de R$ 2,7 mil

outubro 28, 2014

Luis Bussab, diretor jurídico

Em despacho, o Juíz Felipe de Melo Franco, da Vara de Execuções Fiscais Municipais, determinou, ontem, penhora das contas bancárias do Corinthians, para pagamento de dívida ativa no valor de R$ 2,7 mil.

Um vexame.

Segundo processo nº 00115475-11.0300.8.26.0090, a decisão se deu devido ao desleixo do Departamento Jurídico do clube, comandado por Luis Bussab, que perdeu não apenas o prazo para quitação da pendência, mas também o de indicar bens a penhora.

Mais um, entre tantos problemas, ocasionados pela política, equivocada, de empurrar impostos com a barriga, que, recentemente, ocasionou o indiciamento por crime fiscal de quatro dirigentes alvinegros.

Por falar em crimes fiscais, a FOLHA de hoje trás novas informações sobre os desvios de conduta das últimas gestões alvinegras:

Do PAINEL FC

Pente fino

O processo criminal contra Andres Sanchez e cartolas do Corinthians pelo não pagamento de impostos pode não ter acabado. A Polícia Federal deve investigar o clube e os supostos crimes fiscais cometidos. Isso porque a decisão da Justiça Federal, embora tenha inocentado os dirigentes, também aceitou pedido do Ministério Público Federal, dando prosseguimento a três processos administrativos contra o Corinthians.

Lupa

A acusação inicial do Ministério Público Federal diz que a diretoria do Corinthians praticou crimes fiscais entre 2007 e 2010.


%d blogueiros gostam disto: