Feliz Páscoa !

abril 20, 2014

Morre Luciano do Valle

abril 19, 2014

luciano do valle

Morreu, aos 67 anos, o narrador Luciano do Valle, após passar mal durante uma viagem de avião, agora a pouco.

Tivemos diversas divergências.

Mas, apesar delas, sempre o considerei um dos ícones da narração esportiva brasileira.

E, até por esta admiração, critica-lo, por obrigação da profissão, sempre foi motivo de tristeza.

Luciano foi a voz da Copa do Mundo de 1982, pela Rede Globo, e sua narração do gol de empate do Brasil contra a Itália, marcado por Falcão, arrepia a alma de qualquer torcedor, até os dias de hoje, mesmo que seja apenas na lembrança.

A história da televisão brasileira fica um pouco mais pobre, e triste, no dia de hoje.

Se eleito Deputado Federal, Andres Sanches terá que abrir mão de cargos no Corinthians

abril 19, 2014

Gobbi e Sanches discutem e por pouco não falam as verdades

O ex-presidente do Corinthians, Andres Sanches, enfrenta um dilema em seu desejo de formalizar a candidatura a Deputado Federal, pelo PT:

Escolher entre a vida pública, em Brasília, ou permanecer como Diretor do “Fielzão”.

Os dois ?

Quase impossível, a não ser que o cartola não se importe em comprometer as finanças do clube, no início de 2015.

Toda essa complicação teve início após a inserção de um “estranho” aditivo no contrato de intermediação entre Corinthians e CAIXA, com a finalidade de viabilizar o empréstimo de R$ 400 milhões do BNDES.

Se antes existia apenas a indicação do prazo para que o clube quitasse a pendência, de até 161 parcelas, findando em novembro de 2028, agora, há uma clausula dizendo que se um dos diretores do estádio for eleito Deputado Federal ou Senador, o clube terá que pagar todas as suas dívidas (com CAIXA E BNDES), independentemente de notificação judicial, até janeiro de 2015.

Evidentemente, inviável.

Uma clausula cirúrgica, inserida em janeiro de 2014, período em que Sanches iniciou sua pré-campanha, e que pode ocasionar problemas a todos os lados, seja qual for a decisão a ser tomada pelo ex-presidente.

Morreu André Martins, ex-diretor de obras que denunciou corrupção de Joaquim Grava no Corinthians

abril 19, 2014

andre martins

Morreu André Martins de Oliveira, ex-Diretor de Obras do Corinthians, após complicações ocasionadas pela Diabete.

A despedida dos amigos acontecerá no Cemitério da Paz, em Diadema, com velório sendo inciado as 8h, seguido de enterro às 15h.

Corajoso, Martins denunciou ao Blog do Paulinho compras superfaturadas de equipamentos do departamento de futebol do Corinthians, todas assinadas pelo médico Joaquim Grava.

Perdeu o emprego, mas demonstrou honradez e dignidade.

Diferentemente dos atuais dirigentes (e de muitos outros, que testemunham falcatruas, mas se calam), que não só mantiveram Grava no cargo, como lhe deram o poder de compra nas obras do CT alvinegro.

Martins, sempre alegre, cantor de primeira, deixará saudades a todos os amigos que com ele conviveram, em especial o departamento de Sauna alvinegro, local que frequentava há mais de 20 anos.

O Blog do Paulinho deseja condolências e força a seus familiares.

grava1

grava2

Coluna de Sonia Racy no “Estadão” erra ao falar do Blog do Paulinho no “caso Lulinha”

abril 19, 2014

sonia-racy-azul

Publicamos, recentemente, que, sabe-se lá por quais motivações, o jornal BRASIL ECONÔMICO mentiu ao dizer que o jornalista responsável pelo Blog do Paulinho havia sido indiciado a pedido do ex-limpador de fezes do zoológico, agora empresário da comunicação, Lulinha, filho do ex-presidente da República, Luis Inácio LULA da Silva.

Pior do que mentir, inventou, colocando entre aspas, declarações inexistentes, inseridas em depoimento que jamais existiu.

Ontem, novo erro foi cometido sobre o mesmo assunto.

A prestigiada coluna de Sonia Racy, no Estadão, repetiu a informação, dizendo, porém, que estaríamos, apenas, intimados a depor.

Não é verdade.

Nunca recebemos sequer uma intimação a respeito desse caso, que chegou a nosso conhecimento, de maneira distorcida, e mentirosa, pela matéria do Brasil Econômico, assinada pelo repórter Gilberto Nascimento.

Enviamos resposta ao Estadão para que retificasse a informação, já que, em nosso entendimento, diferentemente do B.E., que agiu com leviandade, acreditamos que a jornalista tenha sido induzida ao erro.

Acontece.

Na edição de hoje, porém, nossa resposta não foi inserida.

Aguardaremos pelos próximos dias…

Paulinho citado Estadão Sonia Racy 18-04-2014 - Caso Lulinha

 

Lucas e o Corinthians

abril 19, 2014

lucas camisa corinthians

Fotografia do jogador Lucas, do PSG, ex-São Paulo, ainda menino, com a camisa do Corinthians, na residência do vice-presidente da FPF, e conselheiro alvinegro, Fran Papaiordanu, e seu filho, Fran, destaque do Timão em campanha vioriosa em recente disputa da Copa São Paulo

Covardia de Ilidio Lico envergonha a Portuguesa

abril 19, 2014

ilidio

A Portuguesa viveu, ontem, mais um capítulo triste de sua história, ao contrariar liminar judicial que a favorecia e entrar em campo, cedendo às pressões de CBF e STJD, disputando vergonhosos 17 minutos na Série B do Brasileirão.

Tudo porque o presidente Ilidio Lico não honra as calças que veste, muito menos a tradição guerreira dos portugueses.

Diferentemente de seu vice jurídico, Orlando Cordeiro, que, indignado com o “beija-mão” do mandatário aos poderes corrompidos do futebol, com honradez, após ver sua orientação para a equipe não subir ao gramado desrespeitada, entregou o cargo.

Não fosse pela ação de torcedores, verdadeiros apaixonados, e a Lusa teria jogado a partida inteira de uma divisão a qual foi jogada por ação doutro presidente, que vendeu o clube para saldar dívidas pessoais.

A Portuguesa é vítima de seus dirigentes, mas também dos interesses outros do submundo futebolístico, representados pela opressão da CBF e incompetência de juízes sem pedigree do STJD.

Juridicamente, está com a razão, moralmente, não.

Depois de ontem, nem mesmo seu torcedor, cada vez mais constrangido, parece ter forças para defendê-la.

Coluna do Fiori

abril 19, 2014

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

O meu maior medo foi sempre o de ter medo – física, mental ou moralmente – e deixar-me influenciar por ele e não por sinceras convicções.

Eleanor Roosevelt

………………………………………………………………..

Segunda e última partida da final do Paulistão 2014 – Serie A1

Domingo 13/04

Santos x Ituano

Árbitro: Raphael Claus

Árbitro Assistente 01: Carlos Augusto Nogueira Junior

Árbitro Assistente 02: Danilo Ricardo Simon Manis

Item Técnico

Não teve critério; como principal:

Não foi Pênalti

No apagar da primeira etapa, no interior de sua área, quando a pelota estava próxima do santista Cícero,

- Alemão, zagueiro do Ituano, lançou seu corpo ao chão, em direção a bola para impedir, e conseguiu,

- que seu oponente Cícero dominasse a redonda; como seqüência, aconteceu a caída do santista ao solo,

- Rafael Claus apontou a marca da cal, penalidade batida por Cícero, Santos 1 x 0

Mandou Seguir

Por volta do vigésimo quarto minuto da segunda etapa,

- quando de um ataque santista efetuado pelo lado direito da defesa do Ituano,

- em cima ou pouco antes da linha da grade área;

- aconteceu lance idêntico ao acima; prontamente;

- Rafael Claus determinou o seguir da jogada

Item Disciplinar

Agiu pouco, explicou muito

Arremate

Trabalho meia boca

Décima Nona Rodada da Série A3 do Paulistão 2014

Sertãozinho 3 x 1 Taubaté

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

Árbitro Assistente 01: Herman Brumel Vani

Árbitro Assistente 02: Mauro André de Freitas

Item Técnico

Poucos senões; fato normal durante o andamento de uma contenda

Item Disciplinar

Cartões corretamente aplicados

Decisão do Campeonato Carioca 2014

Flamengo 1 x 1 Vasco da Gama

O gol de empate e conseqüente titulo do campeonato, da equipe flamenguista, ocorrido no ultimo minuto da segunda etapa, foi marcado por Marcio Araujo, em explicito impedimento, vergonhosamente, ignorado, pelo assistente Luiz Antonio Muniz de Oliveira, coincidentemente, o mesmo que deixou de sinalizar a ultrapassagem da bola pela linha da meta flamenguista após ser tocada pelo vascaíno Douglas, na partida do primeiro turno

Concluindo

Tivesse o mínimo de autocrítica, sou convicto que o assistente Luiz Antonio Muniz de Oliveira não deveria ter aceitado a escala referente à segunda partida

Política

O ATOR MARCELO MADUREIRA PUBLICOU O QUE SE SEGUE SOBRE O LULA

1

“Muita gente” está pedindo: VOLTA LULA! (?)

VOLTA LULA! E traga de volta as DUAS REFINARIAS que VOCÊ DOOU para a BOLIVIA!

VOLTA LULA! E traga de volta os 1,2 BILHÕES DE DÓLARES que VOCÊ “EMPRESTOU” para HUGO CHAVEZ!

VOLTA LULA! e traga de volta os BILHÕES DE DÓLARES que VOCÊ MANDOU para CUBA, HAITI E OUTROS, QUE AQUI TAMBÉM TEM CRIANÇAS MORRENDO DE ANEMIA;

VOLTA LULA! E traga de volta os 10,6 BILHÕES DE REAIS que VOCÊ EMPRESTOU para o EIKE BATISTA (SEU TESTA DE FERRO) E QUE AGORA ESTÁ EM SITUAÇÃO PRÉ-FALIMENTAR!

VOLTA LULA! E traga de volta os 25 MILHÕES DE EUROS que VOCÊ LEVOU com a ROSE para PORTUGAL;

Volta Lula, e explica o MENSALÃO, que você planejou e que tinha o “Quartel General” ao lado da sua sala…

Volta Lula, e explica o fenômeno “ROSE”;

Volta Lula, e explica os 6.000 médicos cubanos;

Volta Lula, e explica a falência do SUS;

Volta Lula e explica onde foi parar a reabilitação da indústria naval brasileira;

Volta Lula e explica os 4,8 bilhões gastos na transposição do Rio São Francisco onde hoje está tudo abandonado…

Volta Lula, e explica os 0,20 centavos mais caros do planeta;

Finalizando

Volta Lula e explica os 39 ministérios;

Volta Lula, e explica a falência da Petrobras;

Volta Lula e explica os 20% de inadimplência do programa eleitoral “minha casa minha vida”, que os brasileiros que trabalham terão que pagar. Observe também que a taxa de inadimplência de 16% gerou a crise imobiliária de 2007 dos Estados Unidos.

Volta Lula e explica o que aconteceu com o óleo de mamona que ia ser a independência energética do Brasil;

Volta Lula, e explica o PRE-SAL;

Volta Lula, e explica essa sua criação, o poste “DILMA” que você plantou em Brasília

Volta Lula e explica porque o ministro do supremo Roberto Barroso passou a semana passada (16 a 21/9/2013) tentando explicar o contrato milionário que o governo por meio da Eletronorte, concedeu recentemente sem licitação, a seu escritório de advocacia do Rio de Janeiro.

Milhões de Brasileiros estão decepcionados: O LULA ESTÁ MUDO!

Todos sabem que, se o Lula se explicar, O PT E OS ALIADOS SERÃO TRANCAFIADOS!

VOLTA LOGO E VÁ PRA CADEIA TAMBÉM!!!

Finalizando

2

Chega de Mentiras, de Corruptos e Corruptores

Se Liga São Paulo

Acorda Brasil

Sp-19/04/2014

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Site da Globo “prevê” que CBF vai cassar liminar da Portuguesa

abril 18, 2014

lusa vergonha

Ontem, a Lusa conseguiu liminar que a mantém na Série A do Brasileirão e já avisou que não entrará em campo, logo mais, pela primeira rodada da Série B.

Somente mudará de idéia, segundo seus dirigentes, se a CBF conseguir cassar a ordem judicial.

Não se sabe se por chute, informação privilegiada ou puro desejo, o site da Globo.Com antecipou, na página que trata sobre notícias do clube, um link com a chamada “Cassou”, com o subtítulo “CBF cassa liminar da Lusa na Justiça.”

Pode até acontecer, mas ainda não aconteceu.

Evidentemente, tratou-se de equívoco do estagiário da casa, corrigido, minutos depois, com a colocação de um “Guia da Série B” no local.

Mas, no mínimo, se não for coisa mais grave, indica uma aposta dos jornalistas responsáveis pela cobertura do caso.

CONFIRA ABAIXO O LINK DA PÁGINA QUE ESTÁ NO AR, JÁ CORRIGIDA, E O PRINT DA PÁGINA QUE A GLOBO RETIROU DO AR, COM A “PREVISÃO” DA DERROTA DA PORTUGUESA

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/portuguesa/

lusa liminar

 

As categorias de base do Corinthians e o traficante “Padrinho”

abril 18, 2014

padrinho avaí

Assim que assumiu o Corinthians, em 2012, um dos primeiros atos do presidente delegado Mario Gobbi foi realizar uma estranha parceria entre as categorias de base do Corinthians e a equipe do Avaí.

Tão obscura que não se tem notícia, até hoje, de algum resultado digno de nota.

À época, sempre desconfiado, o Blog do Paulinho registrou não apenas a movimentação, mas também o nome do dirigente alvinegro destacado para a operação: Marcelinho Paulista, um dos acusados de realizar negociatas no Parque São Jorge.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/05/18/quem-sao-os-socios-do-corinthians-na-parceria-com-o-avai/

Outros nomes envolvidos, pelo Corinthians, segundo informações seriam o Coordenador Técnico da Base, Agnello Gonçalves e o Gerente de Parcerias, Fabio Araujo.

Difícil acreditar que o Diretor Geral, Fernando Alba, e Edu Gaspar, Gerente de futebol, desconheciam a situação.

Porém, após a prisão do traficante “Padrinho”, que enviou 4 toneladas de cocaína ao exterior pelo Porto de Santos, local em que era tratado como “Fusca”, apelido por sua ligação com o PCC, as coisas ficaram mais claras.

Principalmente a motivação do clube, e de seu presidente, amigo do bandido, em realizar o negócio.

“Padrinho”, à época, era “colaborador” do clube catarinense, e tinha domínio sobre todo os departamento de futebol, incluindo, obviamente, a base.

De lá, nesse período, com auxílio de Marcelinho Paulista, e anuência de Mario Gobbi, jogadores de ambos os clubes trocaram de lado (apenas no papel, sem pisarem no Parque São Jorge) o dinheiro com transações rolou solto a e Polícia Federal, agora, desconfia de lavagem de dinheiro.

Nos próximos meses, dependendo do rumo que tomarem as investigações, não será nada impossível o Corinthians retornar às páginas policiais num assunto ainda mais grave do que a ligação com a Máfia Russa.

Por sinal, também apoiada por Mario Gobbi, que dizia não se importar com a origem do dinheiro.

Pelo que se vê, realmente não se importa.

ABAIXO O GERENTE DE PARCERIAS DO CORINTHIANS, FABIO ARAUJO, EM CONVERSA COM DIRIGENTE DO AVAÍ

fabio araujo

Choque de responsabilidade no futebol

abril 18, 2014

bahia

Da FOLHA

Por FERNANDO SCHMIDT

É preciso acabar com a lei não escrita, mas consentida segundo a qual é permitido fazer negociatas, porque clubes ou federações não têm dono

Ainda que a natureza dos clubes e das federações no Brasil, inclusive a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), seja de direito privado, o futebol é um esporte que, invariavelmente, envolve recursos públicos, por meio de patrocínio, financiamento ou mesmo pela relação tributária.

Quando um clube deixa de pagar o INSS e o FGTS e sonega o Imposto de Renda, está cometendo crimes que afetam não só o governo, mas, diretamente, o interesse público.

Na Espanha, 36 clubes estão em regime de concordata. No Brasil, poucos são os que não estão falidos. As receitas aumentaram, é verdade, mas o endividamento subiu 74% nos últimos cinco anos.

Fui presidente do Esporte Clube Bahia entre 1975 e 1979 e, em setembro de 2013, vencemos a primeira eleição direta e democrática da história do bicampeão brasileiro, com 68% de quase 5.000 votos.

Encontrei nesse retorno um cenário de terra arrasada. A dívida do Bahia é de mais de R$ 100 milhões. Os contratos, em sua totalidade, são quase todos lesivos: negociatas e dívidas de um grupo que se apossou de um patrimônio que, longe de ser privado, é público.

São dois períodos distintos da história do Brasil: um, sob as nuvens carregadas da ditadura e os efeitos econômicos do “milagre”. Outro, em plena democracia, mas com a economia sufocada pela pior crise do capitalismo mundial desde 1929.

Nesse intervalo, nossa receita cresceu para a casa dos milhões, porém a dívida do clube virou um monstro devorador que nos espreita a cada fim de mês, quando temos que pagar despesas e salários, dívidas trabalhistas, impostos sonegados em anos e anos de gestões temerárias, conduzidas por dirigentes encobertos pelo manto eterno da impunidade.

Nos anos 1970, não tínhamos os direitos da TV, os uniformes não ostentavam uma sopa de logomarcas nem possuíamos arenas multiuso. Vivíamos do borderô dos jogos e de uma ou outra “vaquinha” entre os chamados abnegados.

Hoje, os clubes brasileiros vivem da ilusão. Contratam jogadores e treinadores por cifras milionárias, mas se “esquecem” das obrigações.

Por isso, defendemos a fiscalização pública sobre os clubes, para que essa dívida financeira, que a cada dia se agiganta, não empobreça ainda mais o futebol.

Apoiamos totalmente o movimento Bom Senso Futebol Clube, mas vamos além. É preciso que a má gestão seja punida e os maus administradores responsabilizados, acabando com a lei não escrita, mas consentida segundo a qual é permitido fazer negócios e negociatas, porque os clubes ou as federações não têm dono, é coisa de ninguém.

Fechamos questão, portanto, com o substitutivo apresentado pelo deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ) que institui a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, obrigando os clubes a apresentarem certidão negativa de débitos sob risco de rebaixamento, responsabilizando pessoalmente os dirigentes e proibindo o aumento das dívidas, sem perdão nem anistia fiscal.

O maior legado desta Copa do Mundo não é só de engenharia, mas, sobretudo, de mentalidade: o chamado padrão Fifa deve nos deixar como herança a obrigação de instituirmos uma nova ordem para o futebol brasileiro.

FERNANDO SCHMIDT, 69, advogado, é presidente do Esporte Clube Bahia

Justiça autoriza menor a viajar ao Japão, sem anuência dos pais, para jogar pelo Palmeiras

abril 18, 2014

Palmeiras precisa como nunca da Copa do Brasil

No período compreendido entre os dias 27 de abril e 08 de maio, uma das equipes da base do Palmeiras estará excursionando pelo Japão, local em que realizará algumas partidas, em torneio amistoso.

Pela legislação brasileira, todos os garotos, menores, precisam ter a anuência dos país para sair do país.

Um dos atletas, o jogador Hugo Nascimento, será a exceção.

Por decisão do juíz Ricardo Pereira Junior, da 12ª Vara de Família e Sucessões, a viagem foi permitida, sem a autorização do pai, apenas da mãe, com o clube se responsabilizando por quaisquer intercorrências.

O processo corre em segredo de justiça.

Lusa peita CBF após Justiça recolocá-la na Série A

abril 17, 2014

lusa

lusa 1 lusa 2

Ex-funcionário do marketing corinthiano trabalha, agora “oficialmente”, para a ex-Poá Textil

abril 17, 2014

caio-campos

Não é de hoje que o Blog do Paulinho coloca no mesmo balaio os procedimentos de dois ex-dirigentes do Departamento de Marketing do Corinthians, no que diz respeito a negociatas com a empresa Poá Textil, que agora mudou de nome para SPR.

Luis Paulo Rosenberg e Caio Campos, este, ex-funcionário de Carla Dualib.

Ambos, segundo diversos relatos, teria lucrado, e muito, com a parceria.

Uma empresa “fundo de quintal”, alçada a gestora da marca “Corinthians”, que era a única autorizada a fornecer material para revenda com o símbolo alvinegro, e que, depois, passou a ser, também, a única franqueadora das lojas cadastradas, as conhecidas “PODEROSO TIMÃO”, através da FRANCAP, outra com os mesmos proprietários.

Recentemente, por divergências com a conduta de Andres Sanches no marketing do “Fielzão”, Rosenberg, e depois Caio Campos, ao verem o campo de ação, e de lucratividade, reduzido, decidiram abandonar o barco, entregando seus cargos no Parque São Jorge.

Eleito, Rosenberg permanece como vice-presidente, enquanto Campos, apenas funcionária, teria ficado desempregado.

Ledo engano.

Caio Campos, que sempre prestou serviços, pelas razões descritas acima “extra-oficiais” a Poá Textil, decidiu agora tirar a máscara, e acaba de ser contratado pela empresa.

O cargo ?

Consultor, um bom disfarce, digamos, para um parceiro comercial.

Rosenberg continua da mesma maneira, vez por outra comparecendo à sede da empresa, para o sempre bem remunerado cafezinho.

O tiro no pé da oposição Tricolor e a cara de pau de Marco Aurélio Cunha

abril 17, 2014

macpeixe

Ontem, como era de se esperar, a oposição do São Paulo boicotou a votação que poderia, ou não, aprovar as medidas a serem tomadas para a reforma do Morumbi.

Novamente, a imprensa, preguiçosa, leu uma carta enviada pelo candidato Kalil Rocha Abdala, que, burramente, tentava explicar o inexplicável, e tratou de considerá-lo o mentor da idéia, quando, na verdade, apenas se posicionava como líder da chapa.

O boicote, vergonhoso, foi orquestrado por Marco Aurélio Cunha.

Um tiro no pé de proporções gigantescas, a todos os envolvidos.

Se antes poderia se argumentar que faltava tempo para conhecer o projeto, agora, não há mais como se pegar nessa bengala.

A documentação foi integralmente disponibilizada, há tempos, pela gestão de Juvenal Juvêncio.

Os oposicionistas, em não gostando do projeto, deveriam ter comparecido a reunião e votado contra, nunca manobrado para, claramente, prejudicar os adversários políticos em detrimento dos ideais são-paulinos.

Pouco importa se a derrota era certa, mas sim, democraticamente, marcar posição, através da liberdade de expressão, e do voto, para que, se realmente o projeto fosse uma tragédia, o próprio torcedor do clube soubesse a quem dar valor pelos avisos.

No Corinthians, por exemplo, apenas 16 conselheiros votaram contra a parceria do clube com a MSI.

Hoje, todos são respeitados.

Além da atitude de profunda falta de inteligência dos oposicionistas. tivemos a cara de pau, lamentável, de Marco Aurélio Cunha, o maestro de seus aliados, comparecendo ao clube para votar, depois de ter incitado os seus a não fazê-lo.

Não se sabe se por deboche ou traição, já que deve ter percebido, astuto que é, a repercussão negativa de seus feitos.

Triste, patético, até, tão quanto as explicações fornecidas pelo próprio para justificar sua efusividade ao ser flagrado cantando o hino do Santos ou contar ao CQC que, de maneira fraudulenta, mandava um funcionário da Câmara assinar sua presença, nos dias em que não estava na casa.


%d blogueiros gostam disto: